Indícios, cada vez mais robustos, apontam que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que já começa a intensificar o seu planejamento eleitoral para 2018, irá “colocar no escanteio” os irmãos Viera Lima.

Neto estaria agindo fortemente no “subterrâneo” para que os dois fiquem cada vez mais enfraquecidos no MDB, para que o seu “pupilo”, o vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, possa “pegar o vácuo” e se estabelecer com “cacique” da legenda. Essa “articulação” projeta que ACM Neto pretende mesmo ir para disputa com Rui Costa, já que “tirando da jogada” os irmãos Vieira Lima ele ficará mais “livre, leve e solto” para concorrer ao pleito.

O mar de lama que inundou a vida de Geddel e, por tabela, de Lúcio, que teve no episódio das malas milionárias escondidas em um “bunker” num apartamento em Salvador, o seu clímax, estaria sendo analisado coma a “lápide final” na carreira política de ambos, ou seja, os dois são considerados “cartas fora do baralho” da política baiana e brasileira, tanto que o “ato final” seria a não reeleição de Lúcio para deputado federal, que iria, segundo o entendimento da grande maioria dos analistas políticos, sepultar de vez a carreira política dos Vieira Lima.

Neto que está cada vez mais midiático, caso vá mesmo para disputa das urnas, deverá adotar a estratégia de “exorcizar espectros”, mostrando um perfil de grande estadista e de um político moderno e com coragem para enfrentar os desafios do combate à corrupção e a construção de um novo modelo social, que venha a contemplar os grandes anseios da população da Bahia.

Compartilhe... Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone