A cidade de Correntina, Oeste da Bahia, famosa pelo turismo, graças a beleza de seus rios, passa agora a ser notícia por outro motivo: protestos intensos contra a exploração de rios por empresas do agronegócio. O caso recente envolve a destruição de máquinas e equipamentos das fazendas Igarashi e Curitiba, instaladas em Correntina. De um lado, os empresários falam em prejuízos milionários e do outro lado, pelas redes sociais, defensores do rio Arrojado, divulgam mensagens questionando o valor do prejuízo ambiental.

Oficialmente o posicionamento do governador da Bahia, Rui Costa (PT) é contrário à invasões em fazendas no oeste da Bahia. No episódio na fazenda Igarashi e Curitiba, em Correntina, a 900 km de Salvador, no Extremo Oeste, Rui afirmou em uma entrevista que “imediatamente mandei a polícia ir ao local, ao chegar lá encontraram um bando. Eu digo um bando porque ninguém ainda se posicionou como movimento social”, relatou Costa.

Afirmou que iria fortalecer o policiamento na região, “Já mandei a Polícia Civil fazer todo o processo de investigação porque quero identificar quem financiou e quem está por trás disso, de patrocinar essa destruição no oeste da Bahia”, afirmou.

Veja o vídeo:

No fim da tarde desta quinta-feira(09) aproximadamente 100 policias chegaram na cidade de Correntina.

Segundo informações da cidade de Correntina, chegaram dois ônibus e aproximadamente 15 viaturas na cidade, policias da equipe de Choque, Cipe, Cerrado, COE, Civil e Militar, deixando a cidade em estado de tensão.

No próximo sábado(11) está marcado um ato na cidade de Correntina, onde a região da Bacia do Corrente, formada por 11 cidades e representantes de outras regiões estão se mobilizando para fazer um ato público e pacífico “em defesa das águas e do povo e da população de Correntina”.

Desde o primeiro momento, a nossa equipe do site Notícias da Lapa acompanha os desdobramentos desse caso e continua de plantão para informar aos nossos leitores todos os detalhes dessa ação.

Compartilhe... Share on Facebook14Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone