Do: G1

Uma multidão entrou na Marquês de Sapucaí e seguiu o fim do desfile da Beija-Flor de Nilópolis. Milhares de pessoas foram atrás da escola sambando e cantando, transformando a Avenida em um grande baile popular.

O desfile terminou, a bateria parou de tocar, e o público continuou cantando o samba-enredo da escola à capela. A agremiação foi a última a desfilar no 2º dia do Grupo Especial nesta terça-feira (13). Foi um final apoteótico na Praça da Apoteose.

A escola encerrou os desfiles com um paralelo entre o romance “Frankenstein”, que faz 200 anos, e as mazelas sociais brasileiras. Corrupção, desigualdade, violência e intolerâncias de gênero, racial, religiosa e até esportiva formaram o cenário “monstruoso”.

O samba-enredo comandado por Neguinho da Beija-flor e cantado alto pelo público da Sapucaí tem o título “Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu”.

Compartilhe... Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone