JOGO DA BALEIA AZUL PODE TER PROVOCADO A PRIMEIRA MORTE NA BAHIA

 
Garota deixa carta que se jogaria da ponte Juazeiro-Petrolina
 
 
A adolescente Ana Vitória Sena de Oliveira, de 15 anos, desapareceu por volta do meio-dia de segunda-feira (17), na cidade de Juazeiro, norte da Bahia, e a família suspeita que o sumiço tenha relação com o jogo da “Baleia Azul”.
 
A irmã da garota Maria Daniela Sena, de 16 anos, conta que a última vez que viu a adolescente foi quando saiu para pegar um ônibus no residencial onde a família mora. Os parentes perceberam o desaparecimento e encontraram uma carta de despedida.
 
“Ela deixou uma carta, pedindo dizendo desculpa e disse que iria pular da ponte que liga Juazeiro a Petrolina [PE]. Nós mexemos no celular dela e achamos no WhatsApp as mensagens do jogo da Baleia Azul”. Ana morava junto com a irmã Maria, um irmão e a mãe, no Residencial Itaberaba 2. Maria Daniela diz ainda que a irmã não constumava sair de casa sem dar notícias.
 
A mãe da adolescente está em estado de choque. O caso ainda não foi registrado na Polícia Civil. A família diz ter procurado o posto policial do bairro para registrar o desaparecimento.
 
O jogo da "Baleia Azul", que propõe 50 desafios aos adolescentes e sugere o suicídio como última etapa, preocupa pais, alunos e professores no Brasil. Há pelo menos dois casos de morte sob investigação policial, em Mato Grosso e na Paraíba, além de uma tentativa de suicídio, no Rio de Janeiro, que supostamente podem ter relação com o jogo.

Comentários

*