Sistema ampliado e adutora levam qualidade de vida a Rio de Contas

A água tratada está chegando com mais força para 4,5 mil moradores do município de Rio de Contas, na Chapada Diamantina. A ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA) da sede e a implantação da adutora da localidade Marcolino Moura foram entregues pelo governador Rui Costa  e pelo prefeito Dr. Cristiano, nesta quinta-feira (1º). Juntas, as obras representam um investimento de R$ 2 milhões, com recursos da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). 
 
Para o governador, água é sinônimo de vida e de saúde. “Sem água tratada, não há saúde plena. Já entregamos mais de 1,7 mil postos de saúde nos municípios, mas não adianta ter posto de saúde e médico se o povo bebe água de qualidade ruim. Muitas sedes de cidades baianas não tinham água. Por isso, o ex-governador Jaques Wagner criou o programa Água para Todos. E hoje tenho a satisfação de estar aqui fazendo a entrega deste sistema de água”, afirmou.
 
 
Rui ainda convidou os prefeitos da região para fazer parcerias que levem água para os distritos de cada município. “Algumas dessas obras, a gente faz diretamente, licita, contrata uma empresa e vem fazer. Mas quando a gente faz em parceria com as prefeituras, com transferência de recursos ou de material, o prefeito realiza a obra de forma mais barata, mais rápida e atendendo mais pessoas”, acrescentou. O secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, também participou das inaugurações. 
 
Governador Rui Costa  e o prefeito Dr. Cristiano assinam a adesão do município de Rio de Contas ao Programa Garantia Safra 2017 / 2018
 
Garantia Safra
 
Na visita a Rio de Contas, o governador ainda assinou a adesão do município ao Programa Garantia Safra, que garante renda mínima para famílias que perderem a lavoura por estiagem ou excesso de chuva. O programa é coordenado no estado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). 
 
Na ocasião, Rui destacou que o número de agricultores cobertos pelo Garantia Safra saltou de seis mil em 2006 para 350 mil neste ano. “O agricultor gasta tempo, compra semente e faz a sua plantação. Se vier uma estiagem, como ele recupera? O governo, além de pagar a sua parte no Garantia Safra, paga também a metade devida pelo agricultor e metade do que o município tem que pagar”. 
 
Segundo o governador, em 2016, cerca R$ 250 milhões circularam na Bahia a partir do Garantia Safra. “E os agricultores gastaram esse dinheiro no comércio dos municípios, ajudando a economia do estado. Por isso, estamos aplicando neste ano R$ 47 milhões. É um dinheiro a favor de quem precisa”.
O Prefeito Cristiano Azevedo, disse está muito feliz com essas conquistas que irão beneficiar milhares de pessoas e que muitas obras virão, visando a melhoria da qualidade de vida dos seus munícipes.
 

Comentários

*