O município de Novo Horizonte, conhecido em toda a Bahia pela extração em grande escala de pedras preciosas, em especial o cristal rutilado, produto cobiçado pelo mundo inteiro e que tem provocado o aquecimento da economia local, devido à grande demanda, que atrai pesquisadores e comerciantes, gerando campos de trabalho e consequentemente, injetando recursos no município.
 
 
Porém, o que muitos ainda não sabem, é que por lá a agricultura familiar, especialmente a produção de alho, morango e banana, há anos se fortalece e ganha destaque. Orgulhoso por ser o responsável por cerca de 40% da produção de alho do estado da Bahia, o município de Novo Horizonte, hoje figura como um dos grandes na lavoura de banana. Esta cultura que foi introduzida como intermediária, já disputa em igualdade com o alho. Nos dias atuais, são comercializadas para diversos cantos do Brasil, toneladas da fruta todos os anos.
 
O jovem prefeito Djalma Abreu, homem que conhece todo o potencial e tendência agrícola daquela parte do território municipal, empenhou em campanha, diversos projetos que visam não somente o incentivo através de parcerias, infraestrutura, aquisição de novas tecnologias, orientação e amparo às famílias. Como a implantação novas culturas, à exemplo de parreirais (uvas), produção do mel de abelhas, maracujá, dentre outros, organizar toda a parte técnica e burocrática, assessorando na relação com órgãos governamentais, financeiros, fazer constante a presença de profissionais capacitados, para que se utilize técnicas corretas, ampliando a produção e ofertando segurança na comercialização. Sempre valorizando a união dos produtores, revitalizando cooperativas e também protegendo esta área tão rica, porém vulnerável no que diz respeito à atividade de atravessadores. Com tais atitudes, o gestor pretende garantir que o município, a população e o produtor lucrem com esse movimento de reorganização de uma das regiões de maior área produtiva da Chapada. 
 
 
Os municípios produtores com menos de 20.000 habitantes da Bahia, abrigam mais de um terço da população total do estado. A partir da hipótese de que a distribuição de renda, a população e a dinâmica da agricultura podem desempenhar um papel fundamental no desenvolvimento, o prefeito deseja colaborar com um modelo que permita analisar a influência desses fatores sobre a economia local. "A intenção é que uma distribuição de renda mais equânime associada a uma diversificação da produção provocariam um aumento significativo da demanda de bens e serviços destinados ao consumo interno e externo, com efeitos benéficos sobre o desenvolvimento econômico local, concluiu-se que políticas de apoio à manutenção do emprego na agricultura, estimulem as atividades não agrícolas e podem desempenhar um importante papel no desenvolvimento do nosso município". Resumiu o prefeito Djalma.
 
Novo Horizonte pleiteia o Selo de qualidade municipal da área agrícola. Título que lhe renderá divisas e a certificação, abrindo portas aos produtores, que poderão comercializar diretamente com grandes varejistas do país.
 
 
Encanta os olhos toda aquela região do Vale do Alho, localizado na Chapada Diamantina, dentro do município de Novo Horizonte.  Nossa reportagem esteve na região em 2011, retornando em fevereiro de 2017, deparamo-nos com maior pujança das plantações e a notável implantação das culturas alternativas nos povoados do Distrito do Brejo Luiza de Brito, Povoado de Alto do Brejo, Palmeiras do Brejo, Caraíbas, Queimadas, Sítio Novo, Povoado de Mutuca, Estiva, Serafim, Coiranias e Povoado de Canta Galo.
 
 
Em Novo Horizonte, não existem grandes propriedades, a divisão das terras se caracteriza pela pequena propriedade. Os chamados minifúndios, em sua maior parte, são resultado do trabalho familiar e de sistemas de parceria. Intervindo de forma decisiva, o poder público municipal, além de disponibilizar serviços e pessoal qualificado, orienta no reforço necessário das entidades de classe em cada comunidade e cooperativa regional, união que vem sendo determinante no avanço até aqui alcançado, bem como, será o elo forte para as inovações futuras.
 
A Secretaria Municipal da Agricultura e Abastecimento possui um corpo técnico à disposição dos produtores municipais, fornecendo orientações e difundindo novas técnicas para aprimoramento e modernização da agricultura. "Nossa Obrigação é atuar no planejamento, organização, articulação, direção, coordenação, execução, controle e avaliação das políticas públicas que visem o desenvolvimento do meio rural e da população que nele vive, em especial o Vale do Alho, região que nos orgulha pelo trabalho dedicado das famílias, que com sua produção cada vez mais forte, eleva o conceito de município com potencial agrícola."
 
 
A Prefeitura de Novo Horizonte, juntamente com o Sebrae -BA, quer promover cursos, capacitação e consultorias voltadas para produtores rurais e suas famílias. Com ferramentas simples de gestão eles aprendem a desenvolver e melhor administrar a pequena propriedade rural. O programa  inclui consultoria na propriedade. 
 
Nossa equipe de reportagem ouviu alguns agricultores, no geral, eles destacam que o crescimento tem sido visível, após a orientação dos técnicos, a união em torno de associações e agora com suporte contínuo da Prefeitura. “Está sendo muito importante para nós, porque antes tínhamos um alho ruim, de baixa qualidade e hoje temos um alho bom, competitivo no mercado. Além disso, eles ainda nos ajudam com acompanhamento, tirando nossas dúvidas”, comentou um dos entrevistados.
 
 
Segundo o prefeito, essas primeiras ações (doação de trator, disponibilização de moto niveladora, contratação de engenheiros e técnicos, auxílio nas questões de outorga d'água, fortalecimento das associações), fazem parte de um amplo projeto a ser desenvolvido pelos próximos anos, que Visam buscar a melhoria da qualidade de vida no meio rural, disponibilizar informações que subsidiem o desenvolvimento das cadeias produtivas, incentivar e fomentar a pesquisa, a ciência, a tecnologia e a inovação em prol da agricultura e do desenvolvimento do meio rural, dotar a região produtiva de infraestrutura de apoio à agricultura e à comercialização, prestar serviços de mecanização aos agricultores e pecuaristas, realizar a abertura, pavimentação e conservação  constante das estradas rurais, estimular o agronegócio, novos canais de comercialização e o associativismo rural, facilitar o acesso do produtor aos insumos e serviços básicos, estimular a qualificação dos produtores, em especial por meio de cursos, palestras, visitas técnicas e demais eventos, fomentar a agroecologia, gerir os serviços de inspeção agroindustrial de competência do Município, iniciando pelo apoio às cooperativas na industrialização, com a produção da pasta de alho e temperos.
 
 
Outro fator positivo em toda essa movimentação iniciada logo após a posse do novo gestor, é a busca pelo selo de qualidade e assim, o reconhecimento do município de Novo Horizonte, como respeitável produtor.     
 
 
Compartilhe... Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone