Após um ano e um mês de uma gestão que se iniciou diante de grande expectativa, com a população atenta às atitudes de um gestor que se elegeu com a promessa de transformar todo um sistema administrativo, prometendo inúmeras obras e mudanças radicais, o Jornal O Eco, veículo de comunicação que há mais de 20 anos atua com competência no ramo jornalístico, tendo se notabilizado pela eficiência e credibilidade na realização de pesquisas, realizou o primeiro levantamento estatístico para avaliar junto à opinião pública, o desempenho do prefeito Gilberto Brito.

COMO O ENTREVISTADO AVALIA A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE PARAMIRIM ATÉ O MOMENTO:

Ótima ou Boa 15% – Regular 24% – Ruim ou Péssima 58% – Não Sabe/Opinou 3%

A pesquisa foi realizada dentro dos critérios exigidos pelo CONRE – Conselho Regional de Estatística, obedecendo rigorosamente ao sistema de amostragem, com entrevistas face a face, ouvindo 384 pessoas, entre os dias 03, 04 e 05 de fevereiro, tendo utilizado pesquisadores treinados, supervisionados por chefes de campo, abordando moradores da sede e área rural, de acordo com amostra específica. O Instituto Plataforma 4 Comunicação é credenciado para a realização de pesquisas desde o ano de 2008 sob o nº de registro 021/2008. A margem de erro desse levantamento é de 5%.

De acordo com os resultados, o atual prefeito atravessa momentos difíceis no que diz respeito à aceitação popular. Os números não são nada animadores, tendo em vista que em um curto período de tempo, a maioria externa descrédito absoluto, não somente pela postura adotada até o momento, como também pela incerteza no futuro. Uma instabilidade política toma conta da cidade e do campo, muitos são os problemas enfrentados pela população como deficiência dos serviços básicos, iluminação pública de péssima qualidade, Hospital Municipal e a saúde sendo alvo de críticas severas, estradas em péssimas condições, atrasos e até falta de pagamento em alguns setores do funcionalismo, enfim, muitos são os problemas que fazem com que Beto ostente nos dias atuais, a desconfortável posição de prefeito pior avaliado do seu partido no Vale do Paramirim.

PERCEPÇÃO DO ENTREVISTADO QUANTO À SITUAÇÃO DO MUNICÍPIO NESSA GESTÃO:

Melhorou 14% – Está na mesma 20% – Piorou 61% – Não Sabe/Opinou 5%

O leitor acompanhará nos gráficos, que a situação é delicada e preocupante, afinal, a rejeição e a falta de competência administrativa, acarretam consequências danosas à população. Boa parte da decepção popular identificada na pesquisa realizada, se dá pela postura autoritária do prefeito e seus comandados.

O alcaide já começou a sentir o “ônus” da má administração municipal, em vários pontos do município são crescentes as manifestações de insatisfação com a sua gestão, sobretudo por conta das promessas não cumpridas.

Em campanha, Beto falou insistentemente que tinha a experiência e a coragem necessárias para efetuar as “mudanças” que a cidade precisava. Hoje, Paramirim se dá conta de que as coisas podem piorar, quando a maioria não mais acredita que o gestor irá cumprir com as suas promessas de campanha.

Difícil constatar que em pouco mais de um ano, a população perde a fé diante de tantos desencontros, observando que na atual administração, quase nada fora feito para melhorar a qualidade de vida dos munícipes.  Ainda de acordo com os números colhidos de forma imparcial e democrática junto à opinião pública, em muitos casos, o prefeito do PSB conseguiu piorar áreas essenciais da administração pública.

Diante do atual quadro encontrado, as propostas revolucionárias do prefeito para resolver os problemas da cidade, até aqui não saíram do papel. Evidente que ainda é muito cedo, restando quase três anos para a conclusão desse mandato, porém, após mais de um ano de gestão, faz-se necessária e oportuna a apresentação da atual situação, avaliando o gestor público, apresentado resultados reais, para que a população esteja informada e cobre do prefeito e seus aliados aquela “arregaçada nas mangas”. Está na hora de começar a mostrar serviço.

Compartilhe... Share on Facebook122Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone