As notícias que circularam ontem nos blogs e sites regionais, davam conta de que fontes ligadas ao governo do estado sinalizam uma vantagem para as cidades do Vale do Paramirim na aquisição e instalação da Policlínica Regional. No projeto inicial, estava acertado (Inclusive em entrevista de Rui Costa ao Jornal O Eco), que Paramirim teria a melhor estrutura de saúde de toda a região, superando inclusive Brumado no que diz respeito à internações e atendimentos ambulatoriais.

Paramirim atende hoje milhares de pacientes dos municípios de Caturama, Botuporã, Érico Cardoso, Tanque Novo, Rio do Pires, Ibipitanga, Macaúbas, Boquira, Oliveira dos Brejinhos, Ibitiara, Novo Horizonte, Rio de Contas, Dom Basílio e Livramento, além de outras cidades, que buscam os centros de saúde do município para diversos procedimentos, inclusive cirurgias, com a marca da excelência no atendimento médico/hospitalar, reconhecido há anos como referência.

Apesar de os meios de comunicação alardearem uma grande disputa, na qual Brumado vem lutando contra Paramirim pela conquista da Policlínica Regional, não se recordaram de que na verdade o projeto inicial foi concebido pelo Governador Rui Costa, tendo Paramirim como uma das sedes. Só depois do anúncio da instalação no referido município, é que o Prefeito de Brumado entrou na disputa com manobras e reuniões com indícios de manipulações arquitetadas por ele para tentar convencer o governador Rui Costa a levar a obra para seu município.

Nada contra Brumado, muito menos contra o direito de pleitear o benefício, já que a cidade supostamente, também atende as condições para implantação de uma unidade da Policlínica. Porém, foi em Paramirim no início da caminhada política do então candidato a governador Rui Costa, que esta ideia foi ventilada pela primeira vez, tendo na fala de Rui a promessa de sua implantação no Vale do Paramirim.

Foto: Patrick Cassiano | Livramento Hoje

Existe sim um esforço contínuo do grupo político liderado pelo prefeito Júlio Bernardo, no sentido de garantir que a promessa feita pelo Governador  venha se concretizar e beneficiar milhares de moradores, que acreditaram e aguardam ansiosos pela instalação da Policlínica em  Paramirim, que já demonstrou ao longo dos tempos a tendência cada vez mais forte de abrigar e atender pacientes dos diversos municípios do Vale, inclusive pela sua localização privilegiada como ponto de convergência.

Quanto ao fato do Vale do Paramirim ter ampliado as suas chances após lutar com todas as forças pela aquisição desse importante equipamento na área de saúde, tanto o prefeito Dr. Júlio, como a maioria dos gestores dos municípios aqui citados que almejam o benefício, serão os protagonistas dessa vitória, a primeira obra de vulto, com a marca do governo Rui Costa, que por estas bandas iniciou sua caminhada e recebeu apoio incondicional. Portanto, além de atender aos milhares de usuários, será uma resposta positiva, uma demonstração de gratidão a um povo que tão bem o acolheu, lotando as ruas, iniciando a grande virada das eleições que o fez Governador da Bahia.

Conforme citado, as Policlínicas Regionais estão sendo criadas com o intuito de desafogar os grandes centros, tendo como prioridade contemplar as regiões localizadas mais distantes das metrópoles, daí a justificativa de que o Vale do Paramirim se encaixa melhor nesse perfil, estando situado à cerca de 700 km da capital Salvador, e distante em média 300 km de cidades que oferecem tais serviços.

Inicialmente serão 10 Policlínicas em todo o estado e Paramirim foi uma das primeiras cidades escolhidas para se tornar sede regional de uma dessas Unidades de Saúde. As Policlínicas funcionarão em forma de consórcio Intermunicipal de saúde em torno de aproximadamente 20 municípios que farão um acordo para manter a clínica tendo um custo estimado para cada equipamento regional de R$ 12 milhões que serão custeados pelo estado.

Cada Policlínica contará com mais de 20 especialidades. Cirurgia geral, Pediatria, Oftalmologia, Otorrino, Neurologia, Nefrologia, Urologia, Ortopedia, além do atendimento em exames complementares como tomografia computadorizada, mamografia, exames laboratoriais hormonais e outros.

A perspectiva do governo e idealizadores é de que a Policlínica atenderá em torno de 500 pessoas por dia, contemplando pacientes de toda uma região.

Segundo informações, o governador disse recentemente em Brumado, que em breve estará convocando todos os prefeitos da região interessados no projeto para uma reunião que decidirá os rumos da implantação da Policlínica Regional. Esse será o veredicto que poderá fazer justiça ao sertanejo sofrido do Vale do Paramirim.

Por: Samuel Rodrigues de Lima – Jornalista DRT-BA/MTE Nº 5232

Compartilhe... Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone