Sem rumo definido, o gestor municipal de Livramento demonstra bambear em suas ações também no trato com as esferas políticas do estado. Segundo o site Livramento hoje,  Só uma certeza se pode ter com relação à condução política adotada por Ricardinho Ribeiro, a de que ele abandonou a REDE Sustentabilidade, mesmo ainda estando filiado ao partido.

Suas apostas políticas giram em torno das promessas de apoio ao governador Rui Costa, do PT e a ACM Neto, que deve representar o grupo de oposição em nível estadual, do DEM. No dito popular, diriam que o prefeito está acendendo uma vela para o santo e outra para o diabo.

O flerte com o DEM vem desde o período eleitoral, quando ACM Neto gravou vídeo de apoio ao então candidato. No grupo do Democratas, Ricardinho conta ainda com a parceria do deputado estadual Luciano Ribeiro, visto frequentemente na companhia do prefeito no município e de João Roma, chefe de gabinete de ACM Neto e candidato a deputado federal, que chegou a anunciar o apoio do prefeito livramentense a sua candidatura na mídia estadual e que já esteve visitando a cidade.

Do lado do PT, Ricardinho conta com o deputado estadual Marquinho Viana e com a simpatia dos deputados petistas Waldenor Pereira e Zé Raimundo, cuja relação política em Livramento é capitaneada por Hugulino Lima. A relação de Ricardinho com o governo do estado parece ter chegado ao ápice, culminando com a nomeação de sua filha Marayza Correia Ribeiro para o Coordenação de Articulação Institucional da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, neste dia 15.

O Livramento Hoje ouviu de um figurão da política estadual ligado ao DEM e ao grupo de oposição no estado que a atitude de Ricardinho é semelhante à de muitos prefeitos que “tem jogado com os dois lados”, e estende dizendo que os prefeitos tem a mesma justificativa de que “precisa ter as portas abertas no governo do estado”.

Fato é que a atuação de Ricardinho Ribeiro é vista com desconfiança por ambos os grupos políticos do estado, mas está chegando o momento em que o prefeito terá que se posicionar e não conseguirá sustentar a lógica de tentar estar bem com ambos os lados, certamente ganhando muitos inimigos no lado que for enganado.

Compartilhe... Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone