FOTO: Divulgação WhatsApp

Espalhou-se de forma fulminante pelas redes sociais na tarde deste domingo (27), fotos e notícias da morte de uma criança que foi encontrada enforcada no galho de uma árvore, nos arredores da casa onde vivia no povoado de Bela Vista, área rural do município de Ibitiara, já na divisa com o município de Ibipitanga.

O caso triste que beira o macabro, não somente comoveu a população regional, como despertou certa estranheza, afinal tal fato não é comum em nenhum lugar do mundo. O acontecimento chamou a atenção inclusive da polícia que iniciou investigações para apurar com mais exatidão tamanha tragédia.

Mais tarde, ainda sem informações oficiais, circularam boatos de que a possibilidade de ter sido acidente foi ventilada. Alguns afirmaram que a criança Wathilas de 10 anos, brincava com uma corda no quintal e poderia ter se enforcado. Hipótese que a polícia não descarta, porém não existe ainda provas suficientes.

Nossa reportagem tenta contato com os policiais responsáveis pelas investigações, porém, até o momento, não obtivemos êxito. Fomos informados de que o corpo foi encaminhado para o IML para perícia e que será aberto um inquérito para apurar os fatos envolvendo o ocorrido. Familiares deverão ser ouvidos para que se chegue a um esclarecimento oficial.

Mensagens de voz de pessoas que se passavam por parentes do menino, levantavam hipóteses, inclusive fantasiosas, dando conta de que “o garoto se matou porque queria ir para o céu” coisas abomináveis, certamente propagadas por mentes doentias que nem mesmo imaginam a dor da família e as possíveis consequências de tais declarações.

FOTO: Divulgação WhatsApp

Nem mesmo os ataques suicidas de pessoas adultas, tem razões religiosas, muito menos de crianças que não carregam sofrimentos, são puras, portanto não pensam em tais coisas. A maioria das pessoas ouvidas sobre esse caso, preferem acreditar que possa se tratar de um acidente, fato que seria possível numa região rural, na qual uma criança brincando com uma corda, poderia ter se enroscado ou coisa parecida.

De qualquer forma, a polícia irá investigar, convocando peritos para o trabalho e uma necessária conclusão definitiva. Infelizmente nesses casos, os pais ou responsáveis devem responder, afinal, segundo a Lei, a criança se encontrava sob a guarda de adultos, que podem ser responsabilizados ou inocentados pelo descuido, tudo irá depender dos esclarecimentos dos fatos.

FOTO: Divulgação WhatsApp

Compartilhe... Share on Facebook5Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone