Entre a primeira e a terceira semana do mês de janeiro, 394 casos de vômito e diarreia – 242 das ocorrências só na terceira semana do mês – foram registrados pela Secretaria Municipal de Saúde de Livramento de Nossa Senhora.

O secretário municipal de saúde, Gerardo Júnior afirmou que as ocorrências não caracterizam uma epidemia. Um morador da cidade, que não quis ter a identidade revelada, informou que todos os pacientes são atendidos na única Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que tem em Livramento de Nossa Senhora.

“Ninguém sabe ainda o que tá causando isso, nenhum médico soube explicar o que tá acontecendo. Só sabemos que todo mundo chega lá [na UPA] com os mesmos sintomas. Não dá para dizer que foi algo que a gente comeu em casa, porque centenas de pessoas não comem na mesma casa. Tem famílias que chegam com mais de cinco pessoas no posto, procurando atendimento”, disse.

Ainda não há informação do que pode ter causado o mal estar nos moradores que apresentaram os sintomas, porém populares relatam coloração diferente em água do município.

Compartilhe... Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone