Paramirim perdeu na manhã desta segunda-feira (16), mais um dos seus ilustres filhos. Vítima de falência múltipla dos órgãos, o ex-jogador profissional de futebol Alberto Tanajura (Dua), foi sepultado por volta das 17:00hs no cemitério jardim da saudade.

Dua Tanajura que empresta seu nome ao principal estádio de Paramirim (O Roseirão), se profissionalizou juntamente com o também filho da terra, Dilermando Martins. Filho de Tobias Tanajura e Aída Cardoso Tanajura, nascido no município de Paramirim, Tanajura como era bastante conhecido, jogou pelo Independente de Ipiaú, posteriormente foi transferido para o Flamengo de Jequié. Em seguida atuou na Seleção de Jequié e na Associação Desportiva Jequié – ADJ. Em 1970 foi artilheiro do Brasil ao disputar o Campeonato Baiano em 1970 e sagrar-se vice-campeão com 22 gols. Tanajura jogou também no Esporte Clube Bahia pelo período de um ano. Embora promissora, a sua carreira foi curta por causa de problemas que o fizeram passar por cirurgias nos meniscos. Depois disso se dedicou a carreira de bancário e se aposentou pelo antigo Banco do Estado da Bahia (Baneb).

Todos que o conheceram têm orgulho de sua personalidade e trajetória. Dos quatro filhos, um também foi jogador profissional, Flávio Tanajura, atuou pelo Vitória, Flamengo do Rio de Janeiro, América Mineiro e Sport de Recife, tendo sido o atleta que mais atuou com a camisa do Vitória.

O sepultamento aconteceu sob clima de muita comoção de familiares e amigos. As Equipes do Bahia e Jequié, emitiram nota de pesar pelo seu falecimento. A comoção tomou conta das redes sociais, nas quais amigos externaram sentimentos:

“Moção de Pesar:
É com imenso pesar que a Associação Desportiva Jequié (ADJ) lamenta a morte de João Alberto Tanajura, ex-jogador de futebol que marcou a história do esporte na Bahia”.

“Compartilhamos da tristeza pela sua partida e transmitimos aos seus familiares e amigos a solidariedade por esse momento. Forte abraço” LEUR LOMANTO JÚNIOR.

“Nesta manhã de Segunda feira mais um artilheiro de Deus foi convocado para o time campeão invicto no jogo mais importante da vida de meu eterno brother. Sei que agora já não há mais sofrimento, nem dor, apenas muita paz … só ficará a saudade do nosso guerreiro, onde lutou o bom combate até o fim, concluiu sua carreira e guardou a fé. Obrigado a todos pelas orações e carinho e principalmente ao Nosso Deus, pois sei que está recebendo ele em seus braços amorosos, onde em breve nos encontraremos”.

Em Paramirim, residem seus irmãos Léo (Gráfica Impressão), Nilton (ex-vereador) e Osman Tanajura

(12.01.1947-16.10.2017)✨

Compartilhe... Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone