Talvez esse seja o tema mais citado por todos os veículos de comunicação do Brasil nesse ano de 2017. A devastadora crise financeira, que além de afetar diretamente no bolso do brasileiro, impacta a economia e consequentemente repercute com furor nas contas públicas, uma vez que desde o governo federal, passando pelos estados e se estendendo até os pequenos municípios do Nordeste, o desaquecimento da economia provoca menor arrecadação de impostos e a consequente queda de arrecadação. Isso chega a ser desolador para os municípios que sobrevivem praticamente das receitas de repasses em especial do FPM – Fundo de Participação dos Municípios.

O Município de Boquira, por exemplo, que possui pouco mais de 22 mil habitantes, situado na região do semiárido, cuja economia baseada na agricultura e pequenos comércios, castigada pelas secas e a consequente escassez de água, tem na prefeitura municipal, a sua maior fonte de emprego e renda. Diante do nebuloso cenário que se abateu sobre o País, Boquira que como os demais municípios do Nordeste, sofre com a constante queda de arrecadação, enfrenta a atual situação de forma corajosa, encarando de frente as adversidades, ajustando contas, enxugando gastos e acima de tudo, se mantendo firme no propósito de manter todos os serviços essenciais em funcionamento, além de seguir avançando com projetos de melhorias, tocando obras e projetando a cidade.

A crise econômica, os desafios de superar a falta de recursos e administrar o município, são batalhas constantes que a jovem equipe liderada pelo prefeito Luciano vem travando no dia a dia. “As coisas não se mostram fáceis, nossa gestão tem superado barreiras quase que intransponíveis, através da união, responsabilidade e inteligência administrativa, para adequar o executivo municipal a uma nova realidade. Decisões difíceis, atitudes austeras, porém necessárias estão sendo adotadas e os resultados estão aí. Mesmo diante de tantos problemas com a crise, ao contrário de muitos municípios que paralisaram praticamente tudo, nós estamos garantindo a folha de pessoal, destravamos obras paradas da gestão anterior, entregamos novos equipamentos urbanos, renovamos a frota municipal, sem deixar de oferecer serviços de qualidade na saúde, melhoramos a educação, estamos tocando diversas obras de urbanização, pavimentação, recuperação de prédios públicos antes abandonados, sem abrir mão do equilíbrio financeiro”. Declarou o prefeito Luciano da Farmácia.

O Secretário Municipal de Finanças Humberto Júnior, um dos principais homens da atual gestão, confirmou a preocupante situação de queda nunca antes vista nas arrecadações de repasses. Segundo Júnior, apenas nesse mês de novembro de 2017, a parcela do FPM apresenta um declínio acima de 50% do valor recebido no mesmo período do ano passado. “Para se ter uma ideia, o montante repassado em novembro de 2016, foi de cerca de R$. 1.646.539,00 (Um milhão seiscentos e quarenta e seis mil, quinhentos e trinta e nove reais e quarenta centavos), sendo que as previsões repassadas, A Prefeitura de Boquira receberá cerca de R$ 700.000,00 (Setecentos mil reais) de FPM esse mês. Para um pequeno município que trabalha com previsões de arrecadações para honrar com os seus compromissos, é realmente um grande baque, porém, com responsabilidade e muita programação, iremos dar continuidade, ajustando, haveremos de enfrentar e vencer essas dificuldades nesse primeiro ano de gestão. Temos consciência e a esperança de que no próximo ano as coisas melhorem. Informou o Secretário.  “Eu dizia, mas muita gente não acreditava, achavam que a situação não era tão ruim, alguns até criticavam. Hoje estão presenciando municípios de maior porte, com dívidas e a folha atrasada em até três meses, sem perspectivas de se reorganizarem. Nós nos esforçamos, com os pés no chão, conseguimos organizar o caos que encontramos e já fizemos muito mais do que o previsto para tão pouco tempo de governo”, enfatizou Júnior, ao lembrar que, apesar da crise econômica, a administração de Luciano vem conseguindo executar obras e manter a prestação de serviços à população boquirense.

O Secretário de Saúde Alan França, lembrou que apesar da triste realidade, a saúde de Boquira nunca esteve tão bem servida, com médicos especialistas, PSFs, medicamentos, ambulâncias, transportes de qualidade para tratamento em outros municípios, programas contínuos e além disso, projetos como a reconstrução/ampliação do hospital, obra que entrará para a história de Boquira, estando já em fase de conclusão. O prefeito disse que vem fazendo muitos esforços para concluir o mais breve possível. “Para mim, será uma felicidade muito grande terminar essas obras”, declarou emocionado Luciano. O prefeito também informou que está reforçando os serviços de urbanização, requalificação e limpeza de vias, além disso, o atendimento continuado as famílias carentes, ações sociais e todos os demais serviços seguem em pleno funcionamento.

Independente das adversidades que insistem em dificultar os projetos da nova equipe administrativa, as ações falam por si e a população consciente dos esforços empreendidos, declara que o governo municipal está correspondendo às expectativas em seus primeiros meses de administração. Com pouco mais de 10 meses, a gestão de Luciano conseguiu trazer de volta o orgulho da população de ser boquirense, além disso, apesar da crise moral que a maioria dos políticos brasileiros estão enfrentando, nunca na história do município, uma administração teve um começo de tamanho destaque, com obras e ações que honram a equipe e contemplam todo município. Conforme o próprio Luciano enfatizou durante o período de transição, os seis primeiros meses seriam para organizar a Casa, que estava bastante desarrumada. Porém, nem o mais otimista dos boquirenses poderia imaginar um início tão promissor. Respeitando algumas críticas, coisa típica dos oposicionistas, questões rotineiras que também fazem parte do sistema democrático, a gestão segue surpreendendo e se preparando para novos e grandes avanços nos próximos anos.

 

Compartilhe... Share on Facebook111Share on Google+0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone